0 Menu

Outono Alemão

Stig Dagerman

11.07 / Esgotado

pvp 12.30 | preço web 11.07

«Outono Alemão é a melhor reportagem que já se escreveu sobre a derrota alemã. Encomendada pelo jornal sueco Expressen, a reportagem de Stig Dagerman ficou como um relato extraordinário sobre a desumanidade da condição humana. Os vencidos a História esquece com facilidade – ou deturpa o seu juízo – até se tornarem em vencedores. A Alemanha sobre a qual Dagerman derrama o seu olhar e a sua lúcida compaixão estava então longe de ser a potência económica que é hoje. Nos escombros da guerra e no rescaldo enfumarado dos incêndios que comeram os bairros das cidades o tempo passava devagar. Dagerman que cedo demonstrou a diferença entre o jornalista hipócrita e o jornalista que olha por dentro e sabe avaliar o peso e o tamanho do sofrimento não busca a convicção moral, o ponto de vista político ou o propósito estético à custa dos outros. O jornalista hipócrita atravessa as ruínas e o cemitério bombardeado em que se tornou a Alemanha exigindo uma explicação política aos sobreviventes. E conclui sobre o joelho ao calor de um whisky e no abrigo de um hotel que os alemães que dormem em caves cobertas de água morrem de tuberculose e não têm que comer ainda são nazis porque à pergunta viviam melhor no tempo de Hitler? eles respondem sim. O jornalista hipócrita prolonga a hipocrisia dos senhores do Mundo que reescrevem a História a seu belo-prazer decidindo quem são as vítimas e quem são os agressores.»
Clara Ferreira Alves, Expresso, 23.11.91

«Outono Alemão é um dos mais belos textos de reportagem alguma vez escritos e constitui para o autor o primeiro êxito de vendas. Vagueando entre as ruínas do que foi um país Dagerman distingue a qualidade transitória dessa espécie de silêncio que se segue às grandes batalhas.»
Fernanda Câncio, Grande Reportagem, Maio de 1992

  • Tradução Júlio Henriques
  • Ano de edição 1991
  • N.º pp. 150
  • ISBN 972-608-099-1