0 Menu

Do Suicídio

Karl Marx

13.05

pvp 14.50 | preço web 13.05

Texto invulgar na obra de Marx, Do Suicídio (1846) teve uma génese insólita. Nas suas leituras vorazes, o autor deparou com o capítulo «Du suicide et de ses causes» das Mémoires de Jacques Peuchet (1758-1830), director dos arquivos da Polícia de Paris, que documentara suicídios na capital francesa entre 1817 e 1824. Marx traduziu livremente para alemão, anotou e comentou passagens de Peuchet, neste surpreendente livro a quatro mãos.
Revendo-se na concepção de suicídio como sinal de um meio social enfermo, Marx desvenda os mecanismos arbitrários que regem a vida privada, revelando tirânicas relações na família, a sociedade patriarcal e a opressão das mulheres como fonte de eternas angústias e trágicos desfechos.
Mostruário de tiranias que convertem seres humanos em objectos e em propriedade alheia, na sociedade e na família, Do Suicídio antecipa temas como a discussão do aborto e o feminismo, condenando mentalidades tradicionais – essas prisões duradouras – que levam indivíduos a desfazerem-se da própria vida.

  • Título original Peuchet: vom Selbstmord
  • Tradução José Miranda Justo
  • Ano de edição 2016
  • N.º pp. 160
  • ISBN 978-972-608-282-8